Marca SINDIFISCO Sindicato do Grupo Ocupacional Administração Tributária do Estado de Pernambuco

Notícias da Fenafisco

Recife deve economizar R$ 190 milhões este ano

4 de setembro de 2015

Com uma arrecadação inferior à projetada para 2015, a Prefeitura do Recife anunciou ontem um conjunto de medidas administrativas com as quais espera economizar R$ 190 milhões. Serão cortados 300 cargos comissionados, proibidas viagens, exceto para busca de recursos, e revistos ou rescindidos contratos. Haverá freio nas convocações e nomeações de concursados. A previsão orçamentária para este ano era de R$ 5,7 bilhões e a estimativa de perdas na receita é de R$ 290 milhões.

A decisão do governo federal de suspender aval a empréstimos para estados e municípios tem mexido com os ânimos do Executivo. Havia uma operação de crédito negociada entre o Recife e o Banco Mundial de R$ 700 milhões. “A orientação é cortarmos na área administrativa para manter os serviços essenciais”, disse o secretário de Planejamento, Alexandre Rebelo. 

No encontro foi detalhada a situação atual da capital pernambucana e repartidas as “missões” de cada um. As ações de economia, inclusive de corte de comissionados, valem, de acordo com Rebelo, também para as pastas de Desenvolvimento Econômico e Enfrentamento ao Crack, criadas no início do ano. 

Economia
De acordo com o secretário, o corte de comissionados, a ser feito até o final do ano, vai representar uma economia anual de R$ 11 milhões. Entre os primeiros contratos a seres rescindidos está o do aluguel de 189 carros, o que vai significar economia de R$ 10 milhões/ano. “Os cortes apontam para o equilíbrio. As receitas a mais que vamos buscar apontam para fechar as contas”, reforçou. Rebelo destacou, ainda, a preocupação em manter o cronograma da folha de pagamento. Também de acordo com ele, o reajuste dos servidores, negociado no ano passado, vai ser mantido. “A negociação será mantida, os concursos em andamento serão mantidos, mas o chamamento vai ser visto caso a caso, a depender do cenário fiscal”. 

Em véspera de ano eleitoral, Geraldo Julio também tem focado em manter o andamento de obras que foram promessas de campanha, como a construção do Hospital da Mulher, a reforma do Geraldão e a construção de cinco Centros Comunitários da Paz (Compaz). Além disso, na semana passada foi prometido uma série recapeamentos e ações de tapa-buraco, algo que, conforme o secretário de Planejamento, será cumprido. “Temos hoje mais de 40 obras em andamento na cidade, porque isso gera emprego e renda. Esses cortes serão para manter essas obras em andamento”, completou.

Fonte: Diario de Pernambuco

Mais Notícias da Fenafisco