Marca SINDIFISCO Sindicato do Grupo Ocupacional Administração Tributária do Estado de Pernambuco

Notícias da Fenafisco

GRI Brasil demite 100 empregados

19 de janeiro de 2016

A GRI Brazil, empresa pertencente à multinacional espanhola Gestamp, com unidades instaladas no Complexo Industrial Portuário de Suape, vai demitir 100 funcionários no próximo mês. Justificando o agravamento da crise econômica, a empresa formalizou o anúncio das demissões ao Ministério Público e ao Sindicato dos Metalúrgicos de Pernambuco (Sindmetal/PE). 

“Eles também nos informaram em reunião que darão férias coletivas de 15 dias a todos os trabalhadores. Fomos pegos de surpresa com essas informações. No ano passado, essa foi uma das empresas que mais tiveram lucro e produtividade. A meta era fazer oito torres semanais, na realidade os trabalhadores estavam produzindo por semana onze torres. Muito além do esperado. Com isso, a empresa ficou com bastante estoque e na zona de conforto”, afirmou o presidente do Sindmetal/PE, Henrique Gomes. 

De acordo com Gomes, os trabalhadores também tiveram perdas salariais. “A participação nos lucros e resultados não foi quitada como o combinado. A empresa informou que a meta atingida foi de 69%. Em junho do ano passado foi negociado valor de R$ 3 mil, onde eles pagaram uma parcela de R$ 1,5 mil. As metas foram alcançadas mas a empresa diz que só chegaram a 69%”, explicou. A denúncia também diz que o valor do tíquete alimentação não foi reajustado, quando, segundo o sindicato, o dissídio coletivo do ano passado pedia um aumento de 75% em 2015. 

De acordo com o diretor geral da GRI Brazil, André Aparício, devido à situação econômica do país, muitos clientes postergaram as encomendas, resultando em uma diminuição de 30% no volume de vendas, com o mercado dando sinais de que 2016 será um ano bastante desafiador. “Com este cenário, nós confirmamos o desligamento de 100 empregados em Pernambuco, no entanto, a companhia não corre o risco de fechar suas fábricas no Brasil. Confiamos que esta é uma situação passageira e que, em um futuro breve, retomaremos o crescimento dos últimos anos”, ressaltou.

O grupo iniciou as atividades no Brasil em 2009, com a instalação de uma unidade de fabricação de torres eólicas em Pernambuco. No final de 2011, a companhia deu início à segunda unidade, especializada no processamento de corte e biselamento de chapa. Posteriormente, foi inaugurada a terceira fábrica no país, especializada em flanges de aço. Todas as unidades estão localizadas no complexo de Suape. As três fábricas empregam hoje cerca de 950 pessoas.

Fonte: Diario de Pernambuco

Mais Notícias da Fenafisco