Marca SINDIFISCO Sindicato do Grupo Ocupacional Administração Tributária do Estado de Pernambuco

Notícias da Fenafisco

Supercomputador da Receita Federal terá inteligência artificial

BRASÍLIA – Apelidado pelo ministro da Fazenda, Antonio Palocci, de “big brother”, o supercomputador que a Receita Federal vem usando na fiscalização do pagamento de tributos em breve ganhará maior capacidade de “enxergar” os sonegadores. Em junho, começará a funcionar o software Harpia, um sistema de inteligência artificial desenvolvido em parceria com a Universidade de Campinas (Unicamp) e o Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA).

Capaz de cruzar uma quantidade elevada de dados e fazer correlação entre eles, o programa auxiliará os fiscais da Receita a serem mais precisos na escolha dos alvos (empresas e pessoas físicas) que serão investigadas. O nome Harpia é uma referência à maior ave de rapina do mundo, cuja característica principal é profundidade da visão, oito vezes mais potente que a do homem.

Segundo o secretário-adjunto da Receita Federal, Paulo Ricardo Cardoso, o primeiro módulo do Harpia a entrar em funcionamento será voltado para a área de comércio exterior (importadores e exportadores). Depois, será a vez da malha fina do Imposto de Renda da Pessoa Física receber um módulo de inteligência artificial. A idéia é que todas as áreas de fiscalização tenham um módulo. Cardoso destaca que, além de identificar os sonegadores, o sistema vai facilitar e desburocratizar a vida dos contribuintes regulares, como, por exemplo, em fiscalizações nas aduanas.

Mais Notícias da Fenafisco