Marca SINDIFISCO Sindicato do Grupo Ocupacional Administração Tributária do Estado de Pernambuco

Notícias da Fenafisco

R$ 122,3 milhões para a mobilidade

26 de novembro de 2014

Mais R$ 122,3 milhões para tentar destravar a mobilidade do Recife. Esse é o valor a ser investido nos sistemas de Bus Rapid Service (BRS) e Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). A verba será repassada pelo Ministério das Cidades ao município. O anúncio veio da Prefeitura do Recife, ontem, após reunião com o governo federal, em Brasília. 

Segundo a PCR, R$ 98,3 milhões serão destinados à implantação dos cinco corredores do BRS, um sistema semelhante ao Bus Rapid Transit (que já funciona na RMR), e usa faixas exclusivas sinalizadas apenas por pintura. Já para o VLT, R$ 24 milhões serão usados em estudos de viabilidade e elaboração dos projetos das linhas Centro e Sul. O VLT da Avenida Norte não foi incluído porque, segundo a prefeitura, o projeto já existe. 

Segundo a prefeitura, será captado, posteriormente, dinheiro para implantação de todo o VLT, incluindo o da Avenida Norte. A linha Centro deverá circular pelos bairros do centro expandido, enquanto a Sul se integrará na Joana Bezerra e seguirá até o limite com Jaboatão. 

No caso do BRS, dos cinco corredores exclusivos de ônibus, que somam 50,6 km, dois já funcionam como Faixa Azul e serão readequados. %u201CA Mascarenhas de Morais/Avenida Sul (23,1km) e o binário Domingos Ferreira/Herculano Bandeira com Conselheiro Aguiar/Antônio de Góes (9,8 km) serão contemplados com sinalização, monitoramento e fiscalização com câmeras%u201D, informou a prefeitura. 

Das vias que seriam contempladas com Faixa Azul, também receberão o sistema BRS as avenidas Abdias de Carvalho (7,5 km), Beberibe (5,2 km) e Recife (5,0 km). Já a Rua Cônego Barata, Estrada dos Remédios, Avenida Visconde de Albuquerque e Estrada Velha de Água Fria – que também teriam corredor exclusivo de ônibus – ficaram de fora do repasse. 

Além desses serviços, os recursos também preveem a reforma de calçadas e pavimento, iluminação, instalação de painéis de mensagem variável, detectores de fluxo veicular e substituição de abrigos. A assinatura do repasse deve acontecer até o fim do ano. As obras devem ter início no primeiro semestre de 2015, para serem concluídas no segundo semestre.

Fonte: Diario de Pernambuco

Mais Notícias da Fenafisco