Marca SINDIFISCO Sindicato do Grupo Ocupacional Administração Tributária do Estado de Pernambuco

Notícias da Fenafisco

Perguntinha difícil

 

Se a Câmara dos Deputados aprovar o aumento de 26,49% em seus salários, conforme decisão da Comissão de Finanças e Tributação da Casa, o cidadão também tem o direito de exigir um bom reajuste. Não que um parlamentar não mereça ganhar os atuais R$ 12.847,20 ou R$ 16.250,42, caso o reajuste seja aprovado. Ou que o presidente da República não mereça a remuneração atual de R$ 8.885,48 ou R$ 11.239,24, com uma eventual aprovação. Eles merecem ganhar bem, já que as responsabilidades são grandes. Mas as do povo que trabalha quase quatro meses do ano para engordar os cofres públicos com impostos que retornam na forma de serviços, em muitos casos de qualidade ou eficácia duvidosa, também são imensas. Além do mais, enquanto o povo trabalha de segunda a sábado, os parlamentares que deveriam representar nosso interesse trabalham, na maioria das vezes, três dias na semana e passam mais tempo discutindo se fulano é mais corrupto que sicrano do que votando projetos de interesse nacional. Eles também tem verba indenizatória de R$ 15 mil, passagens aéreas, entre outras vantagens. Sem contar com o efeito cascata sobre estados e municípios. Diante de fatos como este, como se contentar com um salário de R$ 380,00 que começa a vigorar a partir de abril? Ô perguntinha difícil…

Siafem – Sobre as notas publicadas, ontem, intituladas Cobrança I e Cobrança II, o Governo do Estado lembra que o governador Eduardo Campos teve como uma de suas promessas de campanha a disponibilização dos dados orçamentários do Estado pela internet, fato que teria sido cumprido com o lançamento do Portal da Transparência. De fato isso ocorreu. Assim como também ocorreu o fato da questão da liberação da senha ter sido mesmo um cavalo de batalha nas últimas eleições.

Mais Notícias da Fenafisco