Marca SINDIFISCO Sindicato do Grupo Ocupacional Administração Tributária do Estado de Pernambuco

Notícias da Fenafisco

Governo tenta reduzir luz

17 de abril de 2007

 

O grupo de trabalho do Governo do Estado, que negocia com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) a redução do reajuste tarifário nas contas de luz em Pernambuco, apresenta hoje, à população, os cálculos que estão sendo feitos para tentar diminuir o impacto do aumento no bolso do consumidor. Os dados serão explicados à Imprensa, em coletiva na sede da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), na avenida Cruz Cabugá, às 10h. Segundo o coordenador dos trabalhos, o presidente da estatal e secretário de Recursos Hídricos João Bosco de Almeida, a estratégia para diminuição do novo preço contempla readequações percentuais, contratuais e diretrizes legais.

Nesta sexta-feira, a Aneel deve divulgar na internet (www.aneel.gov.br) o índice de aumento solicitado pela Companhia Energética de Pernambuco (Celpe). Somente na terça-feira seguinte, dia 24, o relator da Aneel Romeu Donizete Rufino anuncia, oficialmente, o percentual autorizado pelo órgão. Até lá, parlamentares também vão estar engajados na luta para tentar puxar o índice para baixo. Amanhã, a Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Federal realiza mais uma reunião, em Brasília, a fim de debater o reajuste no Estado. No encontro, marcado para as 11h, os deputados esperam a participação dos presidentes da Aneel e da Celpe, os quais faltaram à audiência pública anterior, mês passado.

Na quinta-feira, é a vez da bancada local, integrante da Comissão Especial de Energia, reunir-se na Assembléia Legislativa de Pernambuco (Alepe) para discutir o aumento, em audiência pública, às 16h. Caso nenhum representante da Celpe e da Aneel compareça, os deputados ameaçam a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). Semana passada, a direção da Celpe justificou sua ausência nos últimos encontros por questão de estratégia administrativa da empresa.

Fonte: Folha de Pernambuco

Mais Notícias da Fenafisco