Marca SINDIFISCO Sindicato do Grupo Ocupacional Administração Tributária do Estado de Pernambuco

Notícias da Fenafisco

Fisco sai à caça no Agreste

17 de agosto de 2015

A Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz) deu início à Operação Cidades, a primeira grande ação de cobrança de débitos com alvos definidos a partir da mineração de dados (data mining). Sessenta e cinco auditores estão na região Agreste com o objetivo de recuperar R$ 9 milhões em dívidas de ICMS, IPVA, multas, entre outros.

Segundo informações da Sefaz, a seleção da área de fiscalização através da mineração de dados permite melhorar a análise de setores mais críticos. “Ela (a mineração de dados) identificou que o Agreste Central é a primeira região que devemos intervir, pois apresenta uma grande quantidade de empresas que passaram a recolher menos impostos, apesar de manterem o mesmo desempenho no faturamento”, explica o secretário da Fazenda, Márcio Stefanni.

Estão na mira 219 empresas de Caruaru, Bezerros, Gravatá, Bonito, Cupira, Panelas, Pesqueira, Belo Jardim, Barra de Guabiraba, Tacaimbó e Jataúba. Além dessas, há 39 empresas “configuradas como nocivas”, de acordo com a Sefaz, que serão fiscalizadas posteriormente. Em nota à imprensa, a secretaria esclarece que os contribuintes nocivos “são aqueles que seguem um padrão de cancelamento deixando grandes débitos para os estados, como as empresas laranja”.

Os contribuintes têm de pagar o que devem e, posteriormente, poderão ser multados e até mesmo interditados. Diretor de Operações Estratégicas da Sefaz, Anderson Alencar diz que a meta é fazer, no mínimo, mais três edições da Operação Cidades até o fim do ano. “Vamos levar esse modelo para as demais regiões do Estado até o final de 2015, pois ele nos possibilita um retorno financeiro imediato”, declara. 

Fonte: Jornal do Commercio

Mais Notícias da Fenafisco