Marca SINDIFISCO Sindicato do Grupo Ocupacional Administração Tributária do Estado de Pernambuco

Notícias da Fenafisco

Esquema foi desmantelado no início da manhã

 

O nome Dilúvio dado à megaoperação empreendida pela Polícia e Receita Federal veio bem a calhar em Pernambuco. A terça-feira amanheceu com fortes chuvas e foi debaixo delas que a equipe liderada pelo delegado Belmiro Freire chegou ao depósito da empresa de informática no começo da manhã. Os oficiais só deixaram o local no final da tarde, mais de dez horas depois.

Foram sete veículos 4×4 e um microônibus da Receita e mais uma viatura da Polícia estacionados na frente do depósito. Os agentes da Receita apareciam esporadicamente, ao longo da manhã, carregando sacolas com documentos financeiros da empresa.

Para quem se aproximava dos portões, os seguranças da empresa eram taxativos: “tudo parado até última ordem”. Só os funcionários estavam autorizados a entrar. Clientes que foram retirar mercadorias e acabaram barrados na entrada saíam preocupados ao saber do motivo da paralisação.Vindo de João Pessoa, um senhor, que preferiu não se identificar, afirmou que a empresa para qual trabalha já havia depositado o dinheiro da compra e foi pega de surpresa.

Segundo a PF, a empresa de informática continuará funcionando, mesmo tendo mercadorias importadas sonegadas. A decisão de parar as atividades só poderá ser dada pelo Ministério Público Federal após uma auditoria dos documentos contábeis apreendidos pela operação.

Mais Notícias da Fenafisco