Marca SINDIFISCO Sindicato do Grupo Ocupacional Administração Tributária do Estado de Pernambuco

Notícias da Fenafisco

Custo de vida sobe 7,59% no Recife

 

O custo de vida do recifense ficou mais caro em 2006, em relação ao ano anterior. Segundo a pesquisa da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) sobre o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), divulgada ontem, a variação acumulada ficou em 7,59%, contra 6,84% no acumulado de 2005. No comparativo com novembro, o mês de dezembro último registrou um aumento de 1,29%.

Todos os grupos componentes da pesquisa apresentaram alta em dezembro, ressaltando os setores de vestuário (4,52%) e artigos de residência (1,36%). Assim como no mês anterior, vestuário ficou em alta, sendo puxado principalmente pela calça comprida masculina (13,80%), feminina (12,30%) e infantil (10,55%), com destaque ainda para lingerie infantil (7,60%), calçado masculino (6,90%), camisa infantil (5,35%), cueca adulto (4,80%), calçado feminino (4,70%) e calçado infantil (4,17%).

Para o coordenador da pesquisa, Agostinho Odísio, o aumento nos setores de vestuário e artigos de residência são esperados na época de fim de ano. “Dezembro é o mês em que as pessoas querem comprar roupas novas e fazer inovações na casa. A tendência agora é que os preços desses itens comecem a cair”, explicou.

Mais Notícias da Fenafisco