Marca SINDIFISCO Sindicato do Grupo Ocupacional Administração Tributária do Estado de Pernambuco

Notícias da Fenafisco

CTTU amplia fiscalização

29 de dezembro de 2014

A partir de hoje, novos equipamentos de fiscalização instalados pela Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) começam a multar motoristas infratores. As novas lombadas eletrônicas estão instaladas na Avenida Agamenon Magalhães, esquina com a Rua General Joaquim Inácio (sentido Olinda), Rua Professor Arnaldo Carneiro Leão com Rua Pedro Paes Mendonça (sentido subúrbio), Avenida Conde da Boa Vista esquina com a Rua 7 de Setembro (ambos os sentidos), cruzamento das avenidas Boa Viagem com Herculano Bandeira, Avenida Recife (em frente ao Residencial Ignês Andreazza em ambos os sentidos) e Avenida Abdias de Carvalho nos dois sentidos.

As lombadas irão notificar motoristas que cometerem as infrações de excesso de velocidade, parada sobre faixa de pedestres, avanço de semáforo, restrição de circulação e a conversão proibida na Avenida Governador Agamenon Magalhães e na Rua Professor Arnaldo Carneiro Leão. Os equipamentos estão funcionando em caráter educativo desde o dia 19 deste mês.

De acordo com a CTTU, os equipamentos irão funcionar todos os dias das 6h às 22h para registro de excesso de velocidade e restrição de circulação, e das 6h às 20h para multar veículos que pararem sobre a faixa de pedestres. Nos sinais específicos, serão registrados os giros proibidos à esquerda das 7h às 22h.

O valor das multas por excesso de velocidade variam de acordo com a velocidade da infração, de R$ 85,13 a R$ 574,62, além de pontos na carteira. Os avanços de sinal geram multas de R$ 191,54 e 7 pontos na carteira, quem parar sobre a faixa pagará uma penalidade de R$ 85,13 e 4 pontos, e as conversões proibidas rendem multa de R$ 127,69 e 5 pontos. Na Avenida Conde da Boa Vista, entre as Rua do Hospício e a Rua da Aurora, os equipamentos irão registrar veículos de passeio que desrespeitam a restrição de circulação, com multa de R$ 85,13 e quatro pontos. Neste trecho, só podem circular ônibus, táxis e motos.

Ainda segundo a CTTU, os locais para instalação dos equipamentos foram identificados a partir do traçado das vias, histórico de acidentes e volume de veículos e de pedestres. Além de coibir as infrações, os equipamentos pretendem desengarrafar alguns gargalos de trânsito, como a saída da Via Mangue.

A Companhia de Trânsito também identificou uma redução de acidentes desde que lombadas eletrônicas semelhantes foram instaladas em outros pontos da cidade. Dados da CTTU apontam que eram registrados cerca de 40 acidentes por dia. Após a colocação das lombadas, o número caiu para 32. Os outros pontos que contam com os equipamentos são as avenidas Agamenon Magalhães, Mascarenhas de Moraes, Herculano Bandeira, Domingos Ferreira, 17 de Agosto, José Rufino, República do Líbano (início da Via Mangue), Avenida Marquês de Olinda e ruas Madre de Deus e Guilherme Pinto.

Fonte: Jornal do Commercio

Mais Notícias da Fenafisco