Marca SINDIFISCO Sindicato do Grupo Ocupacional Administração Tributária do Estado de Pernambuco

Notícias da Fenafisco

Conta de luz sobe ao menos 41%

10 de fevereiro de 2015

As contas de luz das residências no país vão ficar, no mínimo, 41% mais caras este ano. A variação reflete apenas o chamado realismo tarifário, com retirada de subsídios federais, sem incluir as bandeiras tarifárias e efeitos extras dos problemas sofridos pelo setor desde 2014. A projeção, divulgada ontem pelo diretor da consultoria PSR Marco Antonio Siqueira, leva em conta diferentes fatores. O custo elevado da energia, encarecerá as tarifas em 10% e o pagamento de empréstimos do Tesouro e de bancos às distribuidoras, em 11%. O repasse do encargo Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), de R$ 23 bilhões, pesará com outros 14%. Por fim, incidirá a inflação anual de, ao menos, 6%.

“Com o aumento de 41%, o custo do megawatt/hora alcançará R$ 485 por ante os R$ 344 do ano passado”, explicou Siqueira, ressaltando que ainda há custos indefinidos, como a indenização de ativos de transmissão anteriores a 2000 e “a questão dos geradores”. A estimativa oficial do ressarcimento aos transmissores está estimada em R$ 10 bilhões, mas as concessionárias do segmento projetam o dobro. No caso dos geradores, a conta seria de outros R$ 20 bilhões. “São mais R$ 40 bilhões a serem resolvidos”, comentou.

Fonte: Diario de Pernambuco

Mais Notícias da Fenafisco