Marca SINDIFISCO Sindicato do Grupo Ocupacional Administração Tributária do Estado de Pernambuco

Notícias da Fenafisco

Caruaru ganha novo shopping

28 de julho de 2006

 

CARUARU – O comércio de Caruaru, que já é referência no Interior de Pernambuco, terá um atrativo a mais para os consumidores. Foi lançado, na noite de ontem, o projeto do Shopping e Empresarial Difusora, um empreendimento que irá aproveitar todo o espaço onde funcionou, por quase 50 anos, a Rádio Difusora, na avenida Agamenon Magalhães, uma das principais e mais nobres vias da cidade. Com um investimento de R$ 45 milhões, o shopping terá 90 lojas satélites (com duas megastores, duas lojas âncora e um cine-teatro), além de estacionamento para mais de 500 veículos – tudo em uma área de 50 mil m2. O empreendimento deverá gerar mais de 2,5 mil empregos diretos quando estiver em pleno funcionamento.

A previsão é de que o empreendimento esteja funcionando em três anos. Mesmo assim, grandes marcas, inéditas em Caruaru, já procuraram o espaço. Na estrutura, circuitos internos de TV, elevadores e escadas rolantes irão diferenciar o projeto dos centros de compras já existentes na cidade, sendo direcionado a um público das classes A, B, C. O shopping terá 300 salas com tamanhos que variam de 26 m2 a 60 m2, que podem ser usadas especialmente para escritórios, consultórios médicos ou qualquer profissional liberal, que terá disponíveis bancos e agências para pagamentos, num ambiente climatizado.

Vamos unir o comércio à prestação de serviço e os clientes poderão contar com serviços vistos apenas em metrópoles”, afirmou o empresário Luciano Ferreira, idealizador do projeto, garantindo que há mais de dois anos já existe uma equipe pesquisando para garantir o sucesso do investimento.

Além disso, Ferreira destaca que o complexo terá dimensões ainda não vistas na região. Segundo ele, a torre do empresarial terá dez andares e o shopping terá 6,8 metros. “Estamos partindo na frente, já que os demais shoppings têm apenas cinco metros de altura”. Outra vantagem, conforme o empresário, é que as lojas terão estrutura para a reformulação de um 1° andar, dessa forma, os investidores terão maior aproveitamento da loja.

Cada sala custa a partir de R$ 61 mil e o pagamento pode ser feito em até 60 meses, com financiamento direto com o empreendedor. As propostas de comercialização das lojas serão analisadas por um comitê, coordenado pela LMS/TGI, empresa especializada em gestão de shopping centers. O escritório de arquitetura F. Guerra Arquitetura e Design foi contratado para o desenvolvimento do projeto. Já a construção ficará a cargo da Pernambuco Construtora. No sábado e domingo próximos, o espaço ficará aberto ao público até as 14h. O projeto pode ser visto, ainda, no site www.shoppingdifusora.com.br.

Fonte: Folha de Pernambuco

Mais Notícias da Fenafisco