Marca SINDIFISCO Sindicato do Grupo Ocupacional Administração Tributária do Estado de Pernambuco

Notícias da Fenafisco

Câmara aprova correção de 4,57% até 2010

25 de abril de 2007

 

Brasília – A Câmara dos Deputados aprovou ontem a medida provisória 340, que garante a correção anual da tabela do Imposto de Renda em 4,5% de 2007 a 2010. Os deputados alteraram o texto original enviado pelo Executivo e incluíram uma redução do Imposto sobre Produtos Industrializados e Impostos de Importação para os artigos considerados de primeira necessidade usados por portadores de deficiência auditiva e física.

O texto segue para o Senado. Se os senadores não realizarem nenhuma alteração, a matéria vai para sanção presidencial. Do contrário, volta para a Câmara, onde os deputados poderão apenas ratificar ou não as alterações feitas pelos colegas. Neste ano, o impacto da correção da tabela do IR, que está em vigor, é de R$ R$ 1,26 bilhão.

Os rendimentos até R$ 1.313,69 são isentos. Há uma alíquota de 15% que incide sobre os salários de R$ 1.313,70 a R$ 2.625,12. Por último, a maior alíquota do IRPF, de 27,5%, irá incidir neste ano sobre os salários acima de R$ 2.625,12. A dedução por dependente está emR$ 132,04 e esse limite também sofrerá reajuste anual até 2010.

Até ontem, mais de nove milhões de contribuintes faltavam entregar a declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física 2007 (ano base 2006). Até agora, a Receita Federal já recebeu 14,3 milhões, de uma previsão total de 23,5 milhões Ou seja, 9,2 milhões de pessoas ainda precisam acertar as contas com o Fisco até o dia 30 de abril, às 20h. O total de contribuintes que já prestaram contas representa um crescimento de 3,6% em relação ao mesmo período do ano passado. Somente ontem o volume de declarações transmitidas deve chegar a 1 milhão. O sistema da Receita tem recebido, em média, mil declarações por hora.

Fonte: Diário de Pernambuco

Mais Notícias da Fenafisco